segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Cintra rescinde e ruma até Aveiro


Mais um que podia ter dado muito ao Clube, mas nada deu.
Tal como na foto, aqui esteve parado constantemente. Não vai deixar saudade, quando teve tudo para ser uma referência para os Leixonenses.

domingo, 29 de janeiro de 2012

Mal no futebol, bem no Voleibol

Derrota nos Açores, que não trouxe apenas um mal.
Próximo jogo não poderemos contar com Marcelo e veremos se Joel e Nuno Silva poderão dar o seu contributo. Esta equipa não merece tanta "pancada". Esperemos melhores dias!
Força rapazes!!

Quanto ao Voleibol, as "Marias" continuam a vencer e os "Bravos" venceram para a Taça. Ambas as equipas a jogar fora de Matosinhos, tendo as "Marias" sido ainda assim alcançadas na liderança pelo Ribeirense. Já os "Bravos", foram até às Caldas da Rainha vencer a equipa local, apurando-se assim para os quartos de final da Taça de Portugal, onde defrontarão o Castêlo da Maia. Nós sonhámos!
Parabéns, força Leixões!

sábado, 28 de janeiro de 2012

Sábado com sabor amargo

Esta tarde tivemos duas partidas importantes, que infelizmente não tiveram grandes festejos.
Inicialmente, os juniores do Futebol golearam o Marítimo, mas não conseguiram mesmo assim passar à fase final do campeonato. Jogo agradável de se ver e só não marcamos mais porque "não quisemos". 
Destaque ainda para a estreia do novo reforço Leixonense, Seydou Ouilly. Vindo do Burkina Faso, jogou hoje pela primeira vez com a camisola rubro-branca e foi muito aplaudido. Esperemos que seja uma mais valia e um atleta valioso no futuro. 
Parabéns a equipa pelo bom campeonato feito até agora, embora pese a falta de "Leixonismo" a jogar. Força rapazes!

No Voleibol saímos derrotados. Jogo emotivo, que acabou na negra com o Vilacondense a levar a melhor. Parabéns aos nossos Bravos por mais esta partida cheia de dedicação à camisola. 
Força Leixões para o jogo de amanhã!

Os verdadeiros estão convosco!


FORÇA LEIXÕES!

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Espaço ao ditador

Na sequência da derrota sofrida, Carlos Oliveira acompanhou o timoneiro Litos na conferência de imprensa.
O ditador reforçou essencialmente ter confiança na equipa técnica, falou nos esforços da direção fantasma e nas dificuldades que o Grupo tem passado. De louvar a atitude de proteção do Grupo, que tanto tem feito para representar o Leixões da melhor maneira possível.
Carlos Oliveira rematou o seu discurso falando em "atitudes encomendadas". Parece óbvio de que fala do protesto da Máfia Vermelha, tendo dito de seguida que isto não vai resolver nada. É verdade, com isto nada se resolve, mas marca o inicio de uma nova "frente de batalha" que se avizinha.
A nossa massa associativa está adormecida. Não há união, cada vez há mais desleixo em relação à vida do clube e isso não pode acontecer nesta fase! Há que reunir os Leixonenses, há que criar união, há que debater, conversar... Temos de agir
Acredito que este protesto seja o primeiro passo da mobilização Leixonense em prol do Leixões Sport Club.
Acorda Leixões!

P.S.: Carlos Oliveira, esqueceu-se de falar da repressão que impôs... Então...?

domingo, 22 de janeiro de 2012

Nova vitória das "Marias"

Secção de Voleibol L.S.C.
Bom jogo de assistir, o que deu nova vitória às "Marias". Desta feita frente ao CS Madeira, o jogo contou com cinco set's para sabermos quem levaria a melhor.
Felizmente e merecidamente foram as mulheres do Mar as vencedoras da partida, garantido mais pontos na luta pelo título.
Há que continuar assim!
Somos grandes, somos Leixões!

Acorda Leixões!

Duarte Rodrigues

Mau jogo da "Armada", que cedo se adivinhou difícil.
A Naval veio ao Mar apostada em amealhar pontos, jogando subida no terreno e pressionando a todo campo. Um Leixões defensivo, não tinha ninguém no meio-campo capaz de guiar a Equipa à baliza de Taborda. Um meio campo composto por Tavares, Marcelo e Jumisse é claramente desequilibrado. Vejamos que Tavares pouco cria e pouco ataca, visto que é um médio com preocupações defensivas, enquanto que Marcelo é igual a zero na construção de jogo e Jumisse é o contrário. O Moçambicano é muito ofensivo e aparece regularmente em zona de finalização. Com isto temos um meio campo que não atua em bloco, estando dividido. Mas nem é por aí que passa o principal contra desta escolha de Litos. A jogar em casa temos que assumir o jogo obrigatoriamente. Com Tavares e Marcelo lado a lado, não temos quem leve a bola até à frente ofensiva. É preciso em campo de Luís Silva, isso foi notório nesta partida, tal como frente ao Belenenses. Logo que o novo internacional português entrou sentiu-se a diferença.
Quanto à partida, não há muito a dizer. A Naval apostou e esteve bem no contra ataque, enquanto que o Leixões foi quase inofensivo e jogou com o coração.
Jogo triste e monótono, que cedo pareceu decidido, com justiça.
Melhores jogos virão, que cheguem já no próximo domingo junto da vitória! Força Rapazes!
Embora se enquadre num quadro negativo, a única coisa de positivo nesta partida foi o protesto da Máfia Vermelha. Os Leixonenses que acordem!!

Duarte Rodrigues

"Marias" continuam caminhada até ao título com nova vitória

Secção de Voleibol L.S.C.

As nossas "Marias" continuam vitoriosas e na "crista" da classificação. Ontem houve nova vitória, desta feita sobre o Câmara de Lobos, por três set's sem resposta.
Hoje há novo jogo nos Congressos, frente ao CS Madeira às 17 horas. Antes desta partida temos os seniores masculinos, 15 horas, na receção ao Fonte do Bastardo.
Força a ambas as equipas!
Vai ser este ano, "Marias"!!

Voltar à tranquilidade das vitórias


Raça, atitude e ambição!

sábado, 21 de janeiro de 2012

Não basta vestir a camisola, é preciso senti-la!!


Podem ser muito bons em determinados aspetos, mas falta-lhes o essencial para atingirem o sucesso. Isso é serem um grupo à Leixões. De resto, não vou apontar o dedo a nada. Só exijo atitude lutadora e de sacrifício e muita raça.
Quando vestirem a camisola do Leixões, não basta mostrarem a todos que a usam, têm de encarnar a pele do verdadeiro Leixonense! Pelo menos, no último jogo que ainda vamos ter, honrem a camisola!
Olhem para o Ângelo, para o Moedas, por exemplo, e sigam o exemplo deles.

Há que apoiar o Volei!




Nas duas frentes...







...força Leixões!

domingo, 15 de janeiro de 2012

Abaixo do "normal"

Hoje não estivemos tão bem, a comparar com outras partidas, e penso que por isso não vencemos.
Um Leixões ao seu nível "normal" teria levado a melhor este Belenenses, que veio jogar a Matosinhos para o empate. Pouco acerto dos "Bravos", que se pareceram ansiosos, jogando principalmente mais com o coração na segunda parte.
Faltaram ideias, organização e cabeça fria, além de que toda a equipa me pareceu cansada. Até aqueles que entraram na segunda parte se mostraram lentos. Estivemos à quem do esperado, mas não me fico a "chorar" por estes dois pontos perdidos, visto que o nosso objetivo está cada vez mais perto de ser alcançado.
Vamos dobrar o campeonato superando todas as expectativas, felizmente. Com o orçamento mais baixo dos últimos dez anos, que não conseguimos cumprir, traçou-se o objetivo da manutenção na Liga Orangina. Plantel jovem e sem quaisquer nomes de relevo, atua como uma Equipa no verdadeiro significado da palavra. União, entrega ao jogo à imagem do Leixões e muita dedicação à causa, são pontos fortes de uma equipa que agora se encontra em quarto lugar. O balanço até agora é bastante positivo e o crédito da equipa técnica liderada por Litos junto dos Leixonenses é muito grande.
Uma segunda volta que nos faça felizes, onde imperem de novo a grande entrega deste Grupo.

Força Leixões!

Vence por nós!


Força rapazes, sempre convosco!

sábado, 14 de janeiro de 2012

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Força Luís!


O povo Leixonense está contigo e como bom filho da terra vais vingar nesta carreira.
Soa a camisola da Pátria, tal como a do Leixões e as coisas vão dar certo!
Sem medos, tu és capaz!

domingo, 8 de janeiro de 2012

Orgulhoso na desilusão

Foi de certa forma triste a despedida do Estádio António Coimbra da Mota, mas de novo senti-me orgulhoso de ter um grupo destes a servir o Leixões.
Fantástico! Todos sabem quais as dificuldades que os jogadores encontram, além das que aparecem em campo e todos podem ver como estes atletas se apresentam com a camisola do Mágico. São extraordinários, tal como a equipa técnica! E mais uma vez mostraram ser um excelente grupo. Por isso mesmo é inadmissível que qualquer (suposto) Leixonense venham ainda reclamar e alguns até falarem de pouca atitude e desleixo. Que mal...
Neste jogo muito equilibrado, na primeira parte o Estoril fez-se notar mais um pouco e no segundo tempo, muitas vezes por culpa de Pedro Santos (que para mim foi o melhor em campo), houve ligeiramente mais Leixões.
Variadíssimas oportunidades para as duas equipas durante toda a partida, acho que o Leixões usou melhor a posse de bola, a qual não desperdiçou muitas vezes. Penso que faltou Jumisse na parte final, para uma melhor circulação da bola entre os "Bravos do Mar", assim poderíamos ter segurado melhor o jogo.
Acabamos por conceder o empate numa jogada originada por uma entrada faltosa a Feliciano, que não foi assinalada pelo fraco árbitro do encontro. Contra ataque do Estoril e alguma falta de agressividade na tentativa de recuperação da bola para a nossa parte e no desenrolar da jogada Licá faria o empate.
Como já disse, saímos de cabeça bem levanta e todos os Leixonenses certamente que estarão orgulhosos da "Armada do Mar".
Fortes saudações a todos os verdadeiros que marcaram presença no estádio!

Força rapazes, os Leixonenses nunca vos faltarão!

sábado, 7 de janeiro de 2012

Para cima deles!


Quero a vitória, todos acreditam neste grupo. Por isso mesmo é que sinto que amanhã já estaremos a liderar o campeonato.
Raça, atitude, ambição, muita concentração e, como o coletivo vence campeonatos, quero de novo ver uma equipa!


Até os comemos!
Força Leixões!

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Há pesca... ou não

Mercado de transferências aberto e sinceramente esperava já ver um ou dois jogadores a sair. Felizmente assim não foi e espero que assim se mantenha.
Os nossos atletas e equipa técnica vivem numa má situação e como é hábito acontecer, esta é altura de saídas do Clube devido aos salários em atraso. Pelo que tenho visto e pelo que tenho lido, parece que podem haver saídas, mas pouco "significantes". É natural se alguém sair, mas espero que o grupo mantenha a união, coesão e ambição que tem, pois assim podem chegar longe, elevarem bem alto os seus nome e o nome do Leixões S.C.
O meu desejo é que todos fiquem, resistam e vençam! Eles merecem vencer! Eles vão vencer!
Veremos o desenrolar deste mês, que nos traga já no domingo a liderança do campeonato!

domingo, 1 de janeiro de 2012

48 anos depois do grande feito


Hoje todo o mundo festeja a passagem para o ano de 2012, os Leixonenses não fogem à regra e hoje juntam a essa festa a comemoração de um feito. Um dos maiores e significantes da História do Leixões e da Cidade de Matosinhos e que não deixa de ser único em Portugal.
Hoje celebramos mais um ano de existência do único estádio construído e pago inteiramente pelos adeptos/Associados de um clube. Uma história singular, que nos distingue de todas as outras as instituições.
O Leixões não lutou só por si. O Leixões lutou por uma cidade. Resta-nos continuar a lutar por algo que com muito sofrimento e trabalho foi erguido pelos verdadeiros Leixonenses! Dia após dia, temos de continuar a lutar por este Clube, pois quem o ergueu nunca imaginaria a cair.

Viva o Leixões! Viva Matosinhos!