segunda-feira, 7 de março de 2011

Na raça...

Nova vitória, segunda de Litos no comando do Leixões em três jogos. Agrada-me ver este Leixões!
É o "renascer" do que nas mãos de Inácio "morreu". Jogamos com alma, com raça, com vontade, com atitude, com união e entreajuda. Digo novamente: "Este é o nosso Leixões!".
Foi um jogo em que sofremos um bocadinho no final, mas é assim o futebol, uma situação normal para defender o resultado. De resto foi uma exibição segura, confiante, em que houve sempre na primeira parte um Leixões mandão e à procura do golo.
Entrada forte, desde logo em busca do golo, com alguma pressão e um Belenenses sem ideias e sem criar ataques. Muitos passes errados logo no principio das jogadas não deixaram os forasteiros criarem contra-ataques.
Até que aos 17 minutos Rui Pedro deu vantagem ao Leixões e apontou o único golo da partida. Foi um golo muito contestado pelos Belenenses. Rui Pedro saiu de campo para ser assistido e voltou a entrar quando Tiago Gomes, defesa dos Azuis do Restelo, ia a receber a bola. O avançado Leixonense roubou-a e tomou o rumo da baliza e apontou o golo da tarde. Quanto aos protestos e a reclamação de que o golo não foi regular não posso dizer muito, pois não reparei e também vi-me surpreso quando Rui Pedro ganha a bola a Tiago Gomes, mesmo que fosse "nas minhas barbas". Os protestos dos visitantes foram muitos e desses resultaram duas expulsões. José Mota e o seu adjunto receberam ordem de expulsão e tiveram que dar as suas indicações a partir da bancada. Todos conhecemos Mota e Jorge Mendonça, a forma como vivem o jogo, o tom em que se dirigem aos árbitros, mas não sei se tinham ou não razão, se estavam atentos ou não à entrada de Rui Pedro para alegarem alguma irregularidade no regresso do Leixonenses à partida. Tantos eles como os jogadores, que até perderam a bola, que se viram surpresos com a situação, por isso acho que de quase nada valem os protestos dos Belenenses.
A partir daí até ao intervalo o jogo continuou sob domínio da "Armada do Mar" e até aí uma oportunidade ou duas de golo divididas pelas duas equipas.
A segunda parte chegou com um Belenenses a tentar desde logo tomar conta do jogo e para virar o resultado. O Leixões foi recuando no terreno para conseguir manter a vantagem. Logo, no reinicio da partida Tales entrou para o lugar de Livramento, que se estreou certamente para defender o resultado e fazer com que a defender o Leixões fosse mais forte, coeso e unido.
A segunda parte foi sofrida, defendemos mais do que atacamos, sempre ripostando em contra ataque. O Leixões defensivamente esteve muito bem, tirando um ou dois detalhes que podem ter escapado, mas nunca nada de grave. Vale, e muito, a exibição de Fonseca, que a espaços, foi chamado a intervir, sempre da melhor maneira mantendo a sua baliza inviável até ao apito final de Paulo Baptista. O Leixões criou alguns lances de perigo, saltando à vista a bola à trave de Fábio Espinho que entrou no decorrer da segunda metade da partida.
Mais um  jogo em que o colectivo foi o melhor em campo, mas desta feita Félix foi um elemento que surpreendeu, muito pela positiva. Muito boa exibição do Brasileiro, que desta vez mostrou ter afinal pés para o futebol. Juntamente consigo, a estreia de Zarabi a titular satisfez, e gostei uma vez mais de Areias que mostrou muito sacrifício, vontade, empenho e dedicação. Digo isto, pois notou-se, mais uma vez, que Areias não têm muito ritmo e que fisicamente está debilitado, e usou as "armas" que apontei para conseguir parar os jogadores Belenenses. De resto nota positiva a todos, e como disse, o melhor em campo foi o colectivo.
Uma palavra para o Litos, que está a agradar-me muito, a fazer um excelente trabalho até ao momento e cada vez ganha mais empatia com a Massa Associativa, não só pelas vitórias e exibições.

Força Leixões, juntos venceremos!

2 comentários:

Manuel disse...

Força leixoes. O goglo é limpinho. o RUI PEDRO tem ordens para entrar e limita se a pressionar o lance ganha a bola e faz golo. no entanto e respeito a opiniao de todos, continua a achar que o felix nao e jogador para o leixoes. reclama mais do que joga no entanto e de salientar que nao esteve no seu pior, ao contrario de oliveira de azemeis que nos tirava as jogadas todas. nao tendo melhor temos que jogar com o que temos. tenho de relaçar o colectivo mas temos de salientar o trabalho do avançado rui pedro, ele e dos jogadores que mais pressiona que mais luta na frente de ataque e com isso deu nos a alegria de uma vitoria. A jogar assim a pressionar alto tal como contra o gil conseguimos ainda ha mts pontos a disputar.. Força leixoes

Miguel disse...

Muito obrigado pelos elogios ao nosso blog.

O seu também está muito bom.

Vou já adiciona-lo a secção blogs interessantes, lá no meu blog.

P.S - Já sou seu seguidor, Torne-se seguidor do meu blog também.

Abraços e continua com o grande trabalho

http://imperiofutebolistico.blogspot.com/